Pelo Twitter, Obama conclama eleitores

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, está recorrendo ao microblog Twitter para elevar a pressão sobre os congressistas de oposição para obter deles um acordo para a elevação do teto de endividamento do governo. Obama está publicando um a um os nomes, as cadeiras e os contatos no Twitter dos deputados republicanos na Câmara dos Representantes e pede aos eleitores de cada distrito eleitoral dos EUA que pressionem os legisladores a adotarem uma solução bipartidária para a elevação do teto da dívida.

RICARDO GOZZI, Agencia Estado

29 de julho de 2011 | 17h35

A campanha de Obama pelo Twitter começou por volta das 13h (hora de Brasília). "Acabou o tempo de colocar o partido na frente de tudo. Se você quer um acordo bipartidário, deixe o Congresso ficar sabendo. Ligue, passe e-mail, tuíte. -BO", diz a primeira mensagem.

"Vocês ouviram o presidente. Eis o que estamos fazendo: durante o dia publicaremos os twitters dos legisladores republicanos de cada Estado", prossegue. "Tuítem os legisladores republicanos e peçam a eles que apoiem um acordo bipartidário para a crise da dívida", escreve Obama a seguir.

"Eleitores de Montana: tuítem seu representante republicano e peçam o apoio dele a uma solução bipartidária para a crise do déficit", conclama Obama em uma das mensagens enviadas na sequência.

O líder norte-americano já publicou dezenas de mensagens no microblog ao longo das últimas quatro horas. Enquanto muitos dos seguidores de Obama atendem quase imediatamente ao pedido e exercem pressão sobre os deputados para que aceitem um acordo, alguns se queixam do fato de o presidente norte-americano os estar sobrecarregando com as mensagens.

Os congressistas norte-americanos têm até 2 de agosto para aprovar a elevação do teto de endividamento do governo e impedir um possível calote da dívida dos EUA.

Tudo o que sabemos sobre:
crise da dívidaObamatwittereleitores

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.