Penalty do Brasil exportará para a Argentina

A Sport Company S.A, filial argentina da brasileira Penalty, quer duplicar seu faturamento local ao ampliar a oferta de roupas esportivas e uniformes de equipes de futebol e outros esportes. A iniciativa inclui a abertura de novas lojas da Penalty em Buenos Aires e o patrocínio de uniformes de algum time de futebol da primeira divisão. A Sport Company S.A já produz na Argentina, em forma terceirizada, tênis de lona e chuteiras e, a partir do próximo mês, importará do Brasil toda a linha de produção da marca, aproveitando o câmbio de ambos países.O gerente geral da Sport, Carlos Rey, afirmou que a estratégia é a de "complementar a linha produzida na Argentina que são os produtos básicos e os chamados carros-chefe, com a linha produzida no Brasil". A nova linha importada que será apresentada oficialmente no dia 12 de março inclui tênis para futebol de salão, hóquei, handball, vôlei, adventure, rugby e running. A novidade fica por conta da tecnologia ATF para os tênis e Dúo Soft para as roupas. Carlos Rey diz que a primeira loja local da Penalty será instalada no centro de Buenos Aires antes do final do ano. A empresa já é patrocinadora da seleção argentina de handball, há um ano, e do Club Atlético Nueva Chicago, desde 1998. O plano para este ano é uniformizar clubes como o Racing, Independiente ou San Lorenzo, segundo Carlos Rey.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.