Pepsi Bottling anuncia reestruturação e corte de 3 mil vagas

Maior engarrafadora e distribuidora mundial dos produtos da Pepsico vai cortar US$ 160 mi em custos

Nathália Ferreira, da Agência Estado,

18 de novembro de 2008 | 15h47

A Pepsi Bottling Group anunciou nesta terça-feira, 18, que iniciará uma reestruturação que deverá resultar na perda de 3.150 postos de trabalho, a maior parte deles no México, e economizará para a empresa até US$ 160 milhões por ano antes de tributos. Cerca de 750 empregos nos EUA e no Canadá serão afetados, junto com 200 postos na Europa. No México, o fechamento de 3 fábricas e 30 centros de distribuição resultará no corte de cerca de 2.200 empregos. Veja também:De olho nos sintomas da crise econômica  Lições de 29Como o mundo reage à crise  Dicionário da crise  A maior engarrafadora e distribuidora mundial dos produtos da Pepsico anunciou ainda uma baixa contábil antes de tributos de US$ 412 milhões das operações do México, principalmente da unidade de água Electropura, por causa de resultados mais fracos que o previsto. A Pepsi Bottling reduziu a meta de lucro em US$ 0,12 para US$ 2,20 a US$ 2,26 por ação para o ano, citando o câmbio e custos com juro acima do previsto em emissões recentes de bônus. A iniciativa de reestruturação resultará em encargos acumulados de US$ 140 a US$ 160 milhões. Para o quarto trimestre de 2008, a Pepsi projeta um encargo antes de tributos de US$ 80 milhões a US$ 100 milhões, ou US$ 0,27 a US$ 0,32 por ação diluída após tributos.  Considerando o ajuste contábil nas operações do México, o encargo acumulado antes de tributos será de US$ 492 a US$ 512 milhões no quarto trimestre, ou US$ 1,52 a US$ 1,57 por ação.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.