Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Pequenas dívidas lideram inadimplência no comércio em novembro

Segundo a CNDL, 78,06% das novas inscrições no SPC eram de dívidas abaixo de R$ 250

Eduardo Rodrigues, da Agência Estado,

16 de dezembro de 2010 | 10h37

A maior parte da inadimplência no comércio em novembro esteve relacionada a pequenas dívidas, inferiores a R$ 250, de acordo com os dados do Sistema de Proteção ao Crédito (SPC), divulgados nesta quinta-feira, 16, pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Segundo o documento, 78,06% das novas inscrições no mês estiveram abaixo dessa faixa.

As dívidas de menor valor, até R$ 50 foram responsáveis por 29,78% dos registros em novembro, enquanto a inadimplência superior a R$ 500 respondeu por apenas 11,09% das notificações ao SPC.

Para a CNDL, a concentração da falta de pagamentos em valores baixos é explicada pela grande disponibilidade de crédito a juros baixos, que favoreceria o parcelamento das compras. "A inadimplência, por sua vez, decorre do acúmulo de obrigações e do comprometimento da renda por períodos mais longos", afirma o documento.

Já o número de cancelamentos de registros no SPC aumentou 6,91% em novembro na comparação com o mesmo mês do ano passado. Em relação a outubro deste ano, o crescimento foi de 5,3%. No acumulado do ano até novembro, o número de consumidores que quitaram seus débitos foi 5,95% superior ao verificado no mesmo período de 2009.

Tudo o que sabemos sobre:
consultaSPCinadimplênciaCNDL

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.