finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Pequenas e microempresas lideram criação de empregos

As micro e pequenas empresas foram responsáveis pela abertura de 75,1% das novas vagas de trabalho formal no mês de outubro, informa um levantamento do Sebrae Nacional feito com base nos dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho. Do total de 230.956 novos empregos criados no mês, 63% foram contratações realizadas pelas microempresas, que empregam até quatro trabalhadores, e 12% das admissões foram em pequenas empresas.

RENATA VERÍSSIMO, Agencia Estado

16 de novembro de 2009 | 18h25

A liderança das micro e pequenas empresas na criação de empregos se verificou em todos os setores de atividade econômica, e o desempenho mais significativo foi no comércio, nos serviços, na indústria de transformação e na construção civil.

Ainda segundo o Sebrae, a participação de micro e pequenas empresas no total de estabelecimentos registrados no Caged continua estável, na casa de 99,5% do total, sendo 86,4% de micro empresas; 10,3% de empresas que empregam de 5 a 19 trabalhadores; e 2,7% de estabelecimentos que empregam mais de 20 trabalhadores.

Tudo o que sabemos sobre:
empregosSebraeCagedmicroempresa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.