Pequeno varejo de SP cresce 5,4% no 1º trimestre

As vendas no pequeno varejo paulistano tiveram alta de 5,4% no primeiro trimestre de 2008, segundo a Pesquisa Conjuntural do Pequeno Varejo (PCPV) da Federação do Comércio do Estado de São Paulo (Fecomercio-SP). Em março, o crescimento foi de 10,5% em comparação com o mesmo período de 2007. Dos sete setores pesquisados, quatro apresentaram resultados positivos.O segmento de Lojas de Material de Construção apresentou o maior crescimento de faturamento no mês de março, 30,3%, na mesma base de comparação. No trimestre, o desempenho fechou com alta de 29,6%. Segundo a Fecomercio-SP, o comportamento é reflexo do aquecimento do setor de construção, além da expansão de crédito.A maior retração no faturamento real foi registrada no comércio de Autopeças e Acessórios, com baixa de 22,6% em relação a março do ano anterior. Em 2008, o setor acumula queda de 22,7%. Entre os fatores que causaram essa retração estão, segundo a Fecomercio-SP, a venda de autos novos, o que reduz a necessidade de manutenção, o aumento da participação de mercado por parte das concessionárias e a entrada de peças chinesas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.