Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Perdigão prevê investir R$ 280 milhões em Pernambuco

O investimento da Perdigão em duas unidades de lácteos e embutidos de carnes e um centro de distribuição em Pernambuco somará R$ 280 milhões, incluindo capital de giro e investimentos fixos. Segundo dados da companhia fornecidos ao governo pernambucano, o faturamento gerado pelas unidades será de R$ 600 milhões, sendo R$ 350 milhões da unidade de lácteos e R$ 250 milhões da indústria de carnes. As obras, que serão iniciadas em uma área de 100 hectares no município de Bom Conselho, a 287 km de Recife, serão concluídas em até dois anos.O projeto será financiado pelo Banco do Nordeste do Brasil (BNB) e receberá incentivos do Estado por meio do Programa de Desenvolvimento de Pernambuco (Prodepe). O BNB também vai conceder crédito para os produtores locais de leite aumentarem sua produção. Segundo o Secretário Especial de Imprensa de Pernambuco, José Evaldo Costa, as fábricas atenderão o mercado nordestino. "Uma das vantagens da implantação das fábricas em Pernambuco é a proximidade com os outros estados da região", disse. Segundo ele, em Recife existem cerca de 100 centros de distribuição.A opção por Bom Conselho se deve à existência de uma bacia leiteira no município, que é uma das maiores do Estado. Com 43 mil habitantes, o município tem uma densidade bovina de 45 animais por quilômetro quadrado. Outra importante atividade na região é a cultura avícola. Antes de optar pelo município, a Perdigão estudou a área entre a Bahia e o Rio Grande do Norte. O complexo vai gerar 950 empregos diretos e 2850 indiretos, em uma região onde mais de 40% da população vive da Bolsa Família.A Perdigão vai anunciar este investimento hoje, às 16 horas, no Palácio do Governo de Pernambuco, em Recife, quando assinará um protocolo de intenções para o empreendimento.

NATALIA GÓMEZ, Agencia Estado

17 de setembro de 2007 | 15h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.