Marcelo Camargo/Agência Brasil
Marcelo Camargo/Agência Brasil

Caixa deposita valor do saque emergencial do FGTS para nascidos em fevereiro; confira o calendário

Medida faz parte das ações para atenuar os efeitos econômicos da pandemia de coronavírus; dinheiro será depositado em contas de poupança digital da Caixa, abertas automaticamente em nome do trabalhador, mas os saques seguem outro calendário

Daniel Weterman, O Estado de S.Paulo

29 de junho de 2020 | 08h27
Atualizado 06 de julho de 2020 | 08h30

BRASÍLIA - A Caixa libera nesta segunda-feira, 6, o valor do saque emergencial do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores nascidos em fevereiro. O novo saque, que pode chegar a R$ 1.045 e foi autorizado por medida provisória editada em abril, faz parte das ações para atenuar os efeitos econômicos da pandemia de coronavírus. No total, serão liberados cerca de R$ 37,8 bilhões, para 60 milhões de trabalhadores.

O pagamento é feito por meio de crédito na Conta Poupança Social Digital, aberta automaticamente pela Caixa em nome dos trabalhadores e a liberação do saque do dinheiro segue outro calendário. Quem tiver o valor liberado hoje, só poderá sacar a partir do dia 8 de agosto.

Tire suas dúvidas sobre o benefício e confira o calendário de depósito e de saque dos valores.

Quem tem direito ao saque emergencial do FGTS?

Todo trabalhador com contas ativas (emprego atual) e inativas (empregos anteriores) no FGTS poderá sacar até R$ 1.045. Não será permitido um saque superior a esse valor, independentemente do número de contas. 

Meu saldo no FGTS é menor que R$ 1.045. Poderei sacar?

Sim, mas apenas o valor disponível na conta. Se o trabalhador tiver R$ 500 no FGTS, só poderá sacar esse valor. Se o saldo for maior, o limite é R$ 1.045.

Quando poderei ter acesso ao FGTS emergencial?

Há dois calendários, conforme o mês de nascimento do trabalhador. Existe uma data para o valor ficar disponível em uma conta poupança digital e outro para sacar em dinheiro ou transferir a quantia para outras contas bancárias.

Confira todas as datas abaixo:

Como ter certeza se eu tenho direito ao saque emergencial?

Desde 16 de junho é possível consultar o saque emergencial e a data disponível do benefício pelo telefone 111, opção 2, e pelo site www.fgts.caixa.gov.br; e desde 19 de junho é possível consultar as informações também no aplicativo de celular FGTS.

O que é a conta poupança digital?

É uma conta bancária criada pelo governo, disponível apenas para movimentações digitais. Sem tarifas de manutenção, o limite mensal de movimentação é de R$ 5 mil. A conta pode ser acessada pelo aplicativo de celular Caixa Tem.

Como posso acessar a conta poupança digital para usar o valor do FGTS?

A Caixa vai abrir automaticamente uma conta poupança digital para todos os trabalhadores com direito ao saque emergencial. Ela poderá ser movimentada pelo aplicativo de celular Caixa Tem.

O que posso fazer com o dinheiro na conta digital?

Com a conta poupança digital, o trabalhador poderá usar o valor para pagar contas, boletos bancários e fazer compras em estabelecimentos credenciados pela Caixa, mas não será possível sacar a quantia em dinheiro ou transferir para outras contas bancárias.

Como sacar o valor do FGTS ou transferir para outra conta?

Quando disponível, conforme o calendário, o saque em dinheiro poderá ser feito em agências da Caixa, no caixa eletrônico do banco ou em lotéricas.

Até quando poderei sacar o FGTS emergencial?

Seguindo o calendário da Caixa, os valores poderão ser acessados até 31 de dezembro de 2020. Depois dessa data, não será mais possível realizar o saque emergencial.

E se eu optar por não usar o valor disponível?

O trabalhador poderá optar por não receber o FGTS emergencial no aplicativo FGTS pelo menos 10 dias antes da data prevista do crédito.  Também poderá "devolver" o valor para a conta do FGTS após ser disponibilizado na conta digital. A opção não poderá ser revertida.

O que acontece se eu não usar o valor do FGTS emergencial?

Caso não haja nenhuma movimentação na conta poupança social digital até o dia 30 de novembro, o valor será devolvido à conta FGTS com a remuneração do período. Se após esse prazo o trabalhador resolver sacar o benefício, deverá fazer o pedido pelo aplicativo FGTS até 31 de dezembro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.