Ações

Empresas de Eike disparam na bolsa após fim de recuperação judicial da OSX

Perspectiva da atividade econômica fica estável, diz Serasa

Segundo analistas, a estabilidade do indicador aponta para um positivo ciclo econômico no começo de 2010

AE, Agencia Estado

22 de outubro de 2009 | 11h29

A expectativa da atividade econômica no Brasil mostrou estabilidade em agosto, depois de sete aumentos ininterruptos, apontou o Indicador Serasa Experian de Perspectiva da Atividade Econômica, divulgado nesta quinta-feira, 22. O índice alcançou 99,7, o mesmo verificado em julho. A constância do índice indica um panorama mais brando, não revelando, para os próximos seis meses, qualquer aceno de superaquecimento da economia, segundo a Serasa Experian.

A permanência do indicador no mesmo nível é uma indicação importante quanto às circunstâncias do ciclo econômico brasileiro no começo de 2010. Conforme os analistas da empresa de serviços de informações econômicas, uma das apreensões era um quadro de sobreaquecimento econômico, com a retomada em curso da economia movida pela recuperação do crédito, política monetária mais expansionista e as providências tributárias contra a crise econômica mundial. Mas, afirmam, o resultado do índice mostra um horizonte mais benigno.

O Indicador Serasa Experian de Perspectiva Econômica prevê o posicionamento do ciclo econômico seis meses antes, em média. Para os técnicos, ao longo desse período, a economia do País seguirá em ritmo de retomada, em direção ao chamado "Produto Interno Bruto (PIB) Potencial" (compatível com uma taxa de crescimento anual de 5%). No entanto, afirmam, pode-se antever dinâmicas que impedem uma expansão mais rápida.

Entre essas dinâmicas, está o início do desmonte do aparato fiscal anticrise do governo, como isenções e diminuições de impostos, além do fim do período de "relaxamento monetário". Os analistas esperam ainda uma desaceleração no movimento de concessões reais de crédito aos consumidores pelos próximos seis meses por causa do descompasso entre o aumento do endividamento das pessoas físicas em face da expansão da massa de rendimentos.

Tudo o que sabemos sobre:
Serasaperspectivaatividade econômica

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.