Perspectiva para juro no final de 2004 permanece estável em 17%

As instituições financeiras ouvidas em pesquisa semanal do Banco Central (BC) trabalham com a possibilidade de a taxa de juros chegar aos 16,75% em novembro. A Selic, a taxa básica de juros da economia, está em 16,25% ao ano. O porcentual embute uma expectativa de alta dos juros 0,50 ponto porcentual. As previsões para a taxa de juros no final do ano permaneceram estáveis em 17% pela segunda semana consecutiva. As projeções de juros para o fim de 2005, por sua vez, subiram de 15,25% para 15,50%. Com isto, o espaço de queda dos juros no próximo ano foi reduzido de 1,75 ponto porcentual para 1,50 ponto porcentual.Projeção para o câmbioA pesquisa revelou também que as projeções de mercado para a taxa de câmbio no fim de 2004 recuaram de R$ 3,00 para R$ 2,95. A queda foi acompanhada de uma redução das previsões de câmbio para o fim do mês em curso de R$ 2,90 para R$ 2,89 e das estimativas para novembro de R$ 2,95 para R$ 2,92.As expectativas de taxa de câmbio para o fim de 2005 caíram, na mesma pesquisa, de R$ 3,15 para R$ 3,12. Esta foi a terceira queda consecutiva das projeções de câmbio para o final do próximo ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.