Peru formaliza milhares de mineradores de ouro

O governo do Peru começou a legalizar milhares de mineradores de ouro, afirmaram membros do governo nesta segunda-feira. "O processo foi um sucesso", disse o ministro do Meio Ambiente, Manuel Pulgar-Vidal, em transmissão na rádio RPP.

AE, Agencia Estado

21 de abril de 2014 | 23h21

Ainda assim, a tentativa de legalizar o setor frustrou as expectativas, disseram críticos. Cerca de 40 mil dos 110 mil mineradores ilegais ignoraram o prazo e continuam na economia informal.

Miguel Santillana, especialista em mineração no Peru Institute, disse que apenas um pequeno número completou o complexo processo promovido pelo governo, com o vencimento do prazo final no último sábado.

O pequeno produtor Neil Villalba, que legalizou a operação, explicou que o governo tornou o processo muito burocrático, demandando papéis e permissões que poucos mineradores sem licenças conseguem. Ele também argumentou que a mineração de ouro apresenta um retorno que a população pobre não encontra em nenhum outro setor.

No mês passado, milhares de mineradores bloquearam rodovias ao redor do país em protestos contra o governo, que apreendeu ouro produzido em minas ilegais, usou dinamites para explodir equipamentos utilizados na extração nos rios e aumentou os esforços para detectar as atividades ilegais. O governo de Ollanta Humala quer que os mineradores operem fora de parques nacionais e outras áreas protegidas. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Perumineradoresformalização

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.