Peso argentino volta a fechar em alta

O peso argentino fechou em alta pelo segundo pregão consecutivo, uma vez que os exportadores continuaram repatriando lucros obtidos no exterior e os investidores locais comprando pesos para pagamento de contas vencidas. Muitos bancos comerciais fecharam o dia com os últimos registros apontando compras de dólares de seus maiores clientes corporativos a 1,65 peso por dólar e vendendo-os a 1,70 peso por dólar. Dólares foram adquiridos por investidores individuais por cerca de 1,75 peso e vendidos por 1,82.O pregão foi aberto com os bancos comerciais vendendo o dólar a seus maiores clientes por cerca de 1,97 peso e comprando por 1,77. As casas de câmbio, onde a maior parte das negociações de varejo com o peso ocorrem, compraram dólar por cerca de 1,80 peso e venderam por 2,10. O governo, na tentativa de evitar disparada da inflação, limitou a demanda por dólares ao restringir os meios de aquisição de dólares pelos cidadãos e as empresas. Os cidadãos podem somente utilizar dinheiro nas operações de câmbio. As companhias que necessitem adquirir dólares para realizar compras no exterior e empresas de crédito devem obter permissão do Banco Central para as transferências. Leia o especial

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.