Peso termina o ano com desvalorização de 7,5%

O Estado de S.Paulo

28 de dezembro de 2011 | 03h07

Faltando apenas três dias para encerrar o ano, os operadores do mercado de câmbio na Argentina acreditam que já não há mais espaço para desvalorização maior do que a permitida pelo Banco Central. O peso argentino termina 2011 com desvalorização de 7,5% em relação ao dólar, passando de 4,010 pesos para 4,31 pesos por dólar. A taxa ficou dentro das expectativas, já que o BC estava firme na decisão de não permitir desvalorizações abruptas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.