Pesquisa aponta criação de 420 mil empregos na Grande SP

A Região Metropolitana de São Paulo teve um saldo de 420 mil empregos gerados no período de abril a julho deste ano, de acordo com a divulgação feita hoje por técnicos da Fundação Seade e do Dieese. "A retomada do crescimento econômico no segundo trimestre se refletiu num contingente muito grande de ocupações", avaliou o coordenador da Pesquisa de Emprego e Desemprego (PED), pelo lado do Seade, Alexandre Loloian. No primeiro trimestre do ano, em movimento típico para o período, 203 mil ocupações tinham sido eliminadas.Segundo Loloian, o saldo de empregos gerados no segundo trimestre possibilitou a diminuição do contingente de desempregados em 220 mil pessoas e, além disso, absorveu outras 200 mil pessoas ingressas na População Economicamente Ativa (PEA).Em julho, 34 mil pessoas saíram do mercado de trabalho, motivadas não somente pelo período de férias, mas principalmente por conta dos aumentos de ocupações e da renda nos meses anteriores. "A melhora de emprego, pelos chefes de família, levou mulheres e adolescentes a deixar de procurar emprego", explicou o diretor-técnico do Dieese, Clemente Ganz Lúcio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.