ADRIANO MACHADO|REUTERS
ADRIANO MACHADO|REUTERS

Pesquisa da Amcham aponta que 58% dos empresários projetam queda do PIB em 2016

Levantamento também aponta que, para 52% dos participantes, o patamar do câmbio em 2016 deve ficar estável em relação a este ano

ANDRÉ MAGNABOSCO, O Estado de S. Paulo

15 de outubro de 2015 | 09h37

Levantamento realizado pela Amcham com um público de aproximadamente 400 empresários e executivos aponta que a maior parte acredita em retração da economia em 2016. O Produto Interno Bruto (PIB) nacional deve encolher no próximo ano para 58% dos participantes do Seminário Brasil 2016 - Perspectivas para o País.

A pesquisa, realizada de maneira informal antes de o evento começar, aponta que 29% dos presentes acreditam em estabilidade da economia. Apenas 13% projetam alta do PIB na comparação com este ano.

A pesquisa também aponta que, para 52% dos participantes, o patamar do câmbio em 2016 deve ficar estável em relação a este ano. Outros 34% projetam alta do dólar. Em relação à taxa Selic, a expectativa de 55% dos entrevistados aponta para a estabilidade na comparação entre os dois anos.

Quando questionados a respeito do ritmo da inflação, os empresários e executivos apontam que há uma percepção menos clara. Para 40% deles, a inflação deve manter trajetória crescente em relação a este ano. Outros 38% esperam estabilidade no indicador.

A pesquisa foi realizada na sede da Câmara Americana de Comércio em São Paulo, onde é realizado o seminário.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.