Pesquisa do BC deve indicar previsão de inflação menor

A pesquisa Focus que o Banco Central divulga nesta segunda-feira deverá trazer uma redução nas estimativas de inflação para este mês de novembro. Analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Estado reduziram as projeções para o IPCA, o índice usado pela autoridade monetária como meta para a inflação. A mudança se deve à desaceleração da inflação em novembro apontada pelo IPCA-15, divulgado na quarta-feira. O índice fechou o mês em 0,17%, recuando 0,49 ponto porcentual em relação à taxa de 0,66% apurada em outubro.A taxa ficou ainda abaixo da inflação de 0,29% registrada pelo IPCA fechado de outubro e inferior ao piso das expectativas do mercado que era de 0,35% a 0,45%. Tanto os preços administrados e monitorados, como o grupo dos preços livres, apresentaram taxas menores que nas versões anteriores do IPCA e do IPCA-15.O economista-chefe da Sul América de Investimentos, Newton Camargo Rosa, reduziu em 0,10 ponto porcentual a estimativa para o IPCA de novembro. ?Fizemos esta alteração em função da baixa taxa de inflação apresentada pelo IPCA-15. Pode até ser que venhamos a ser surpreendidos positivamente pela inflação?, disse Rosa.Para a economista Márcia Dantas, do banco Santos, o IPCA deverá fechar o mês de novembro em 0,31%. ?Para o ano, nós reduzimos nossa previsão de 9,40% para 9,23%?, disse. O economista do BNL do Brasil, Everton Gonçalves, reduziu a previsão de inflação para novembro de 0,40% para 0,30%. ?Os preços administrados não devem sofrer mais reajustes fortes daqui para frente?, afirmou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.