Pesquisa do BNDES aponta Selic em 15,5% ao ano em 2004

A Selic, a taxa básica de juros da economia, utilizada como referência para o financiamento do governo federal, deverá recuar para 15,5% ao ano no final de 2004, o que representa redução de 11 pontos porcentuais em relação aos 26,5% ao ano atuais. Essa é a média da previsão de nove consultorias bancos de investimentos compilados pela publicação Sinopse, editada pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Entre os bancos estão o BBV, o Citibank, CSFB Garantia, Fator, JPM Chase e Unibanco, enquanto as consultorias são a Macrométrica, MCM e Rosenberg. Os mais otimistas são as consultorias MCM e Macrométrica, que acreditam que a Selic poderá cair para 14% ao ano no final de 2004, após atingir 20,0% no final deste ano. A média das previsões das nove empresas consultadas pelo BNDES aponta para uma taxa Selic em 20,9% ao ano, em média, para o final deste ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.