finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Pesquisa mostra consumidor mais confiante em outubro

O Índice Nacional de Confiança (INC) da Associação Comercial de São Paulo (ACSP) mostra que o consumidor está mais confiante em outubro do que em setembro. No período, o INC subiu de 127 para 130 pontos. Embora o dado demonstre otimismo, é inferior ao verificado em outubro do ano passado, de 144 pontos.O levantamento, elaborado pela Ypsos, mostra também que 38% dos consumidores brasileiros acreditam que a situação financeira pessoal está ruim, contra 34% que a consideram boa. Para os próximos seis meses, 51% dos entrevistados esperam melhora na situação financeira pessoal, contra 10% que acreditam em piora. A confiança na manutenção do emprego permaneceu em 40% pelo quarto mês consecutivo, e a falta da confiança na manutenção teve leve queda, passando de 27% em setembro para 25% em outubro.A pesquisa também mostra, pela primeira vez, que mais consumidores consideram o momento bom para aquisição de bens de maior valor: 35% dos entrevistados disseram estar muito mais à vontade, e 32% responderam ser menos favoráveis a esse tipo de compra. Em setembro, o índice apontava 35% das respostas menos favoráveis e 33% mais favoráveis.RegiõesSegundo o INC, os consumidores estão mais otimistas em quatro de cinco regiões pesquisadas, liderados por Norte e Centro Oeste, que registraram incremento de 11 pontos, passando para 141 em outubro. No Nordeste, o índice subiu um ponto para 122. No Sudeste, cresceu três pontos, para 138, e no Sul, recuou um ponto, para 110. O INC só demonstra pessimismo quando é inferior a 100.O INC resulta de mil entrevistas realizadas em 70 cidades, incluindo nove regiões metropolitanas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.