Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Pesquisa mostra ritmo lento na economia

A atividade econômica manteve ritmo lento durante o primeiro semestre deste ano. É o que mostra a 156ª Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação, de caráter trimestral e referente aos meses de maio, junho e julho, divulgada hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). As respostas do empresariado relacionadas à situação atual foram as piores desde julho de 2003.Segundo a pesquisa, a parcela dos industriais que acreditam em demanda fraca passou de 16% no primeiro trimestre para 27% no segundo trimestre. O porcentual dos que acreditam em demanda forte ficou praticamente estável - passou de 15% para 14%.A FGV informa que 10% dos empresários acreditam que os estoques estão excessivos, contra 14% no levantamento anterior. Já os que consideram os estoques insuficiente permaneceu em 2%.A sondagem mostra que o número de empresários que acham fraco os negócios passou de 19% para 29% hoje. Já 16% vêem como boa a situação dos negócios, contra 16% na pesquisa do primeiro trimestre.A fundação ouviu 930 empresas entre os dias 28 de junho a 25 de julho. O levantamento é realizado, trimestralmente, desde 1966.Crise não é o motivoA crise política não está relacionada à piora nas expectativas do empresariado brasileiro, apurada pela 156ª Sondagem Conjuntural da Indústria de Transformação, referente ao segundo trimestre e divulgada hoje pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). A avaliação é do economista da FGV, Aloísio Campelo, em entrevista coletiva sobre o levantamento.Segundo ele, o "sentimento de piora da situação atual", detectado pela pesquisa está relacionado a outros fatores. "Parece que isso tem mais a ver com a redução de margens de lucro. Com a taxa de câmbio valorizada e a taxa de juros alta, os empresários estão esperando diminuição nas margens de lucro em 2005, ante 2004", afirmou, explicando que esses dois fatores prejudicam as demandas externa e interna, respectivamente.

Agencia Estado,

27 de julho de 2005 | 09h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.