Pesquisas não atrapalham investimentos, avalia Ricupero

O secretário-geral da Unctad (organismo das Nações Unidas para o comércio e o desenvolvimento), Rubens Ricupero, disse hoje, após audiência com o presidente Fernando Henrique Cardoso, que não acredita que os resultados das pesquisas eleitorais possam atrapalhar os investimentos no País. Ele admite que o investidor não gosta de incertezas e que o processo eleitoral é caracterizado pela imprevisibilidade dos resultados. Mas para Ricupero, o que pode atrapalhar os investimentos são os problemas vinculados à economia mundial, como a recessão nos Estados Unidos. "Problemas dessa ordem é que podem afetar a movimentação de capitais", afirmou. "Enquanto a economia mundial não voltar a crescer em ritmo mais acelerado - e hoje isso depende não só dos Estados Unidos, mas também do Japão, que está estagnado - e de um crescimento melhor na Europa, é claro que o panorama dos investimentos não é dos mais estimulantes", observou Ricupero, acrescentando que não tratou deste assunto com o presidente Fernando Henrique Cardoso. Ele disse que foi ao Palácio da Alvorada para agradecer ao presidente o convite para que seja sediada no Brasil a Conferência das Nações Unidas sobre Comércio e Desenvolvimento em 2004.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.