seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Pessoas físicas são beneficiadas com antecipação do Dirf, afirma Receita

O secretário-adjunto da Receita Federal, Paulo Ricardo Cardoso, afirmou nesta quinta-feira, 31, que a antecipação do prazo para que as empresas entreguem a Declaração do Imposto de Renda Retido na Fonte (Dirf) relativa ao ano de 2006 irá beneficiar os contribuintes pessoas físicas.Segundo ele, as pessoas que tiverem certificado digital poderão a partir de 1 de março de 2006 consultar no site da Receita os valores informados pelas empresas onde trabalham. Na segunda-feira, foi publicada a Medida Provisória 670 antecipando o prazo de entrega da Dirf de 28 de fevereiro de 2007 para 31 de janeiro de 2007. O secretário explicou que a antecipação foi possível porque a Receita está oferecendo com seis meses de antecedência o programa para preenchimento dos dados. "A idéia é que a empresa vá preenchendo os dados dos valores recolhidos mês a mês e possa chegar em dezembro com a declaração preenchida", disse. A Dirf é utilizada pela Receita Federal para cruzar as informações prestadas pelo trabalhador, em sua declaração de imposto de renda, com as fornecidas pela fonte pagadora. Cardoso disse que 162 mil contribuintes ficaram na malha fina em 2005 por divergências de dados entre os dois documentos. Este ano, subiu para 171 mil pessoas.

Agencia Estado,

31 de agosto de 2006 | 18h33

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.