finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Petrobras adota medidas para evitar prejuízo com greve

A Petrobras informou nesta quinta-feira, 17, que adota "todas as medidas necessárias para garantir suas operações" durante as mobilizações de funcionários grevistas.

ANTONIO PITA, Agencia Estado

17 de outubro de 2013 | 15h40

Em nota, a empresa afirmou que "não cabe posicionamento" sobre as principais reivindicações dos trabalhadores grevistas - a suspensão do leilão de Libra, na próxima segunda-feira, e a retirada do Projeto de Lei 4330, em tramitação, que regulamenta a terceirização.

"A companhia tem como prática nesse tipo de mobilização tomar todas as medidas necessárias para garantir suas operações, de modo a não haver qualquer prejuízo às atividades da empresa e ao abastecimento do mercado, sendo mantidas as condições de segurança dos trabalhadores e das instalações da companhia", diz a nota.

No comunicado, a Petrobras informou ainda que tem negociado as questões salariais do Acordo Coletivo de Trabalho em diversas reuniões com representantes sindicais nas últimas semanas. A proposta da empresa é de reajuste de 7,68% e gratificação, além de benefícios sociais.

Tudo o que sabemos sobre:
grevePetrobraspré-sal

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.