Petrobras amplia em R$ 7,5 bi os investimentos em 2007

A Petrobras vai ampliar em R$ 7,542 bilhões o volume de investimentos em 2007. A medida foi aprovada nesta sexta-feira, 19, pelo Conselho de Administração da companhia e visa adequar o orçamento a um ritmo mais acelerado de crescimento, com a antecipação de alguns empreendimentos e inclusão de novos projetos. Segundo nota distribuída nesta sexta, o novo orçamento para 2007 será de R$ 54,998 bilhões.A maior parte dos novos investimentos será destinada ao Plano de Ampliação da Oferta de Gás (Plangás), que receberá R$ 3,328 bilhões a mais do que o estimado inicialmente. A empresa informou que inclui nos gastos deste as unidades de tratamento de gás de Cacimbas, no Espírito Santo, e Caraguatatuba, no litoral paulista. Esta última vai processar o gás natural produzido no campo de Mexilhão, na Bacia de Santos, que deve entrar em operação entre o final de 2008 e o início de 2009.Novos projetos receberão R$ 2,046 bilhões, destinados, principalmente ao desenvolvimento de reservas de petróleo descobertas nos últimos anos. Outros R$ 908 milhões serão gastos em projetos antecipados e R$ 711 milhões referem-se a uma mudança contábil que determina a contabilização, como investimento, de paradas para manutenção em suas instalações.A empresa informou ainda que R$ 1,175 bilhão são referentes ao aumento de custos em projetos existentes. Entre os projetos citados na nota estão ainda investimentos na refinaria de Pasadena, nos Estados Unidos, e no Complexo Petroquímico do Rio de Janeiro (Comperj), maior investimento individual da história da companhia, que será construído em Itaboraí, região metropolitana do Rio.Alguns projetos já anunciados, como o sistema de escoamento de álcool do interior paulista para o porto do Rio ou o desenvolvimento do campo petrolífero de Albacora Leste, na Bacia de Campos, foram excluídos do plano de investimentos para este ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.