Petrobrás assina acordo para empresa mista na Venezuela

A Petrobrás Energia assinou acordo de migração de seus convênios operativos na Venezuela à modalidade de empresas mistas, segundo comunicado emitido pela empresa. A medida de conversão para empresas mistas foi ordenada pelo governo do presidente Hugo Chávez, como parte de sua estratégia para incrementar o controle estatal sobre os recursos naturais de seu país, que é o quinto exportador mundial de petróleo. O modelo estabelece uma estrutura para aumentar a participação da estatal Petróleos de Venezuela (PDVSA) em pelo menos 60% nas empresas mistas, além de incrementar royalties e tributos para as empresas estrangeiras e locais que firmaram acordos na década de 90. O comunicado da Petrobrás Energia diz que através de suas sociedades controladas e vinculadas em Venezuela as áreas Oritupano Leona, Acema, Mata e La Concepción passam à modalidade de empresas mistas. Desde a última sexta-feira, o governo venezuelano tem assinado vários acordos com as empresas, para a criação de novas firmas petrolíferas mistas. No ano passado, 22 companhias que tinham 32 convênios operativos no país, assinaram os acordos transitórios para a criação de companhias mistas de petróleo para migrar às associações com maioria acionista de PDVSA.

Agencia Estado,

03 Abril 2006 | 17h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.