Petrobras aumenta 7,8% o preço da querosene de aviação

A Petrobras informou às distribuidoras de combustíveis que passa cobrar, a partir de hoje, 7,8% a mais na venda do querosene de aviação. O reajuste vem sendo realizado mensalmente, de acordo com o contrato com as distribuidoras. No mês passado, houve uma redução de 11,7% no preço do produto. Apenas uma pequena parte deste porcentual foi repassado às tarifas. As companhias aéreas costumam divulgar os repasses alguns dias após o anúncio da Petrobras.A BR Distribuidora, maior revendedora de querosene de aviação do País, disse que ainda não definiu qual será o repasse para o preço do combustível vendido às companhias aéreas. Segundo a assessoria da companhia, a área de aviação ainda está fazendo os últimos cálculos.As variações no preço do combustível vêm tendo impactos diferentes nas tarifas: há um repasse significativo quando o preço do querosene sobe e a queda é pequena quando a Petrobras reduz o preço do combustível. Durante o ano, o preço do querosene acumula queda próxima dos 12% (sem contar o reajuste de hoje) e as passagens aéreas registraram alta próxima a 12%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.