Petrobras baixa o preço da nafta e do óleo combustível

O diretor de abastecimento da Petrobras, Paulo Roberto Costa, informou hoje que o preço da nafta caiu 3,9% e o preço do óleo combustível caiu 7%. Já o valor do querosene de aviação aumentou 1,1%. Os reajustes estão valendo desde o dia 1º de julho. Em reunião na Câmara de Comércio Americana no Rio, ele admitiu que a gasolina e o diesel ainda apresentam uma defasagem com relação ao mercado externo, apesar dos aumentos do último dia 15 de junho.O diretor da estatal não quis informar qual seria esta "diferença" e descartou novo reajuste no curto prazo. "Há uma volatilidade nos preços internacionais, que não pode ser repassada ao preço interno", justificou. Segundo ele, um novo reajuste só seria definido se esta oscilação diminuísse e os preços internacionais se estabilizassem em um outro patamar. "Não são efeitos pontuais que elevam os preços no mercado internacional, como uma explosão de oleoduto no Iraque, ou greve na Noruega ou na Nigéria, que vão mexer nos preços aqui", disse.A Petrobras aposta num aumento do consumo de gás natural em torno dos 16% no Brasil este ano, em comparação com o ano de 2003, informou. Segundo o diretor de abastecimento no ano passado, o aumento do consumo do combustível chegou a 32%. Para o consumo da gasolina, a projeção de crescimento de consumo, disse, fica em 2,4% ao ano. "Este percentual está se mantendo neste primeiro semestre", afirmou. A projeção de crescimento da gasolina, segundo ele, tem como base uma perspectiva de crescimento do PIB de 3,5%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.