PARA QUEM PUBLICA

Quer dar um charme extra aos vídeos que você publica no YouTube? Ou então traduzi-los para outra língua com a ajuda de legendas, tornando-os compreensíveis para pessoas de outros países? O portal do Google já conta com ferramentas que, se utilizadas de modo criativo, podem dar ainda mais destaque para as suas produções audiovisuais na web.Apesar de o YouTube já ter testado anteriormente uma ferramenta chamada "Remixer", que permitia edições simples de vídeos em sua própria interface, ela foi desabilitada (ainda não há previsão de retorno) e, agora, o usuário conta apenas com três recursos: anotações, legendas e o "Audio Swap", sistema que substitui o áudio de seus vídeos por músicas de artistas reunidas em uma base de dados oferecida pelo YouTube.Anotações – É a ferramenta mais versátil do YouTube. Você pode incluir balões de diálogo, quadros de destaque e programar pausas em seus vídeos. Tudo de maneira muito dinâmica, feito em uma interface intuitiva do próprio portal. Quem não sabe como mexer em programas específicos para legendagem, pode utilizar as anotações para criar legendas de uma maneira mais simples, já que é possível definir com precisão o tempo que entra cada um dos destaques aparece na telinha. Legendas – Uma maneira mais profissional de legendar, para quem gosta de utilizar softwares especialmente criados para essa função. O YouTube aceita dois tipos de arquivos de legendas, .SUB e .SRT. Há alguns programas de legendagem, mas o portal recomenda que seus usuários utilizem a versão mais recente do Subtitle Workshop (tinyurl.com/29cudn). É a ferramenta ideal para quem quiser que vídeos com discursos ou diálogos sejam acessíveis para usuários de outros países. Audio Swap – Gravou um vídeo cujo áudio original é dispensável ou, pior, está atrapalhando? O YouTube possui uma ferramenta que substitui o áudio original por músicas disponíveis em um extenso banco de dados. Há faixas de reggae, gêneros eletrônicos e até rock gótico. Lee Perry, Alicia Keys e Nine Inch Nails estão entre os nomes mais ilustres da lista. Mas cuidado, pois se você trocar o áudio uma vez, não poderá mais retornar ao original, nem substituir por outra música do catálogo. M.V.B. e B.G.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.