Petrobrás compra Chevron Chile por cerca de US$ 12 milhões

Operação inclui uma fábrica de lubrificantes em Santiago, e 23 tanques para o armazenamento de produtos

Agência Estado,

05 de novembro de 2009 | 11h27

A Petrobrás informa ter assinado nesta última quarta-feira, 4, acordo para aquisição da Chevron Chile, que produz lubrificantes, por cerca de US$ 12 milhões. A estatal brasileira espera concluir em um mês a aquisição. A operação inclui uma fábrica de lubrificantes em Santiago, e 23 tanques para o armazenamento de matérias primas e produtos acabados.

 

Veja também:

linkPetrobrás avalia oportunidades de investimento na Arábia Saudita 

linkComissão adia votação de projeto para capitalizar Petrobrás

 

Segundo comunicado, a Chevron Chile possui participação de 6% no mercado chileno de lubrificantes acabados com a marca Texaco. Com a aquisição da empresa, a marca Texaco deixará de ser comercializada no país e será substituída por Lubrax, marca dessa linha de produtos da Petrobrás. A fábrica de Santiago tem capacidade produtiva de 15.900 m3 por ano de lubrificantes.

 

Além desse país, no segmento de distribuição de combustíveis e lubrificantes da América Latina, a Petrobrás atua também na Argentina, Brasil, Colômbia, Paraguai e Uruguai, com cerca de 1,2 mil postos de serviços ao todo. No ano passado, a Petrobrás adquiriu no Chile negócios de distribuição envolvendo 230 postos de serviços e bases de distribuição de combustível para aviação em 11 aeroportos.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrásChevron Chile

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.