Agência Petrobrás
Agência Petrobrás

Petrobrás conclui venda da Gaspetro à Mitsui por R$ 1,93 bilhão

Acordo havia sido anunciado em outubro, mas ainda dependia da aprovação do Cade; negócio faz parte do plano de desinvestimento da estatal

Fernanda Nunes, O Estado de S. Paulo

28 Dezembro 2015 | 18h38

A Petrobrás concluiu a venda de 49% dos seus ativos de distribuição de gás natural, reunidos na subsidiária Gaspetro, para a japonesa Mitsui. Em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), a petroleira informou que "a transação foi concluída com o pagamento de R$ 1,93 bilhão pela Mitsui-Gás, ocorrido nesta data, após o cumprimento de todas as condições precedentes previstas no contrato de compra e venda de ações".

O acordo entre a Petrobrás e a Mitsui havia sido concluído no dia 23 de outubro, mas ainda dependia da aprovação do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade). Assim que foi anunciado o negócio, o governo da Bahia, sócio das duas empresas na distribuidora Bahiagás, chegou a contestá-lo, com o argumento de que o avanço da Mitsui na atividade de distribuição de gás imporia um novo perfil à empresa, mais voltado para o retorno do capital ao investidor. Mas, segundo fonte da Petrobrás, já no início do mês, o governo baiano havia sido convencido da necessidade da Petrobras de se desfazer de parte da Gaspetro.

A venda faz parte do plano de desinvestimento da Petrobrás. Com a operação, a companhia conseguiu atingir a meta de se desfazer de US$ 700 milhões em 2015, como informou no comunicado à CVM. Até o fim de 2016, a petroleira pretende gerar receita com a venda de ativos de US$ 15,1 bilhões.

Mais conteúdo sobre:
petrobrasgaspetromitsui

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.