Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Petrobras: condições não eram atrativas na Venezuela

O diretor financeiro e de Relações com Investidores da Petrobras, Almir Barbassa, disse que a Petrobras desistiu da participar da exploração do complexo de gás de Mariscal Sucre, na Venezuela, porque "as condições econômicas do projeto não justificavam a participação da companhia". A estatal negociava com a venezuelana PDVSA uma fatia de 40% no empreendimento.De acordo com o executivo, a Petrobras avaliou que o custo de desenvolvimento do projeto é incompatível com o preço de venda previsto para o gás natural, sem entrar em maiores detalhes sobre os valores envolvidos no negócio.A desistência da Petrobras pode dificultar o desenvolvimento do projeto do Gasoduto do Sul, cuja primeira fase prevê a interligação entre Guria, na Venezuela, e Recife. Isso porque a produção de Mariscal Sucre abasteceria o gasoduto. "Este projeto ainda está em estudo. Isso está sendo executado em nível de governo e não pela Petrobras", disse o executivo.

WELLINGTON BAHNEMANN, Agencia Estado

13 de novembro de 2007 | 15h22

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.