FILIPE ARAUJO/ESTADÃO
FILIPE ARAUJO/ESTADÃO

Petrobrás confirma Bendine na presidência

Banco do Brasil já comunicou à CVM a renúncia do executivo, que presidia a instituição; demais diretores foram eleitos interinamente 

Gustavo Santos Ferreira, Economia & Negócios

06 Fevereiro 2015 | 15h32

Atualizada às 17h45

Em fato relevante divulgado ao mercado, a Petrobrás confirmou a eleição de Aldemir Bendine como presidente da empresa até a sua próxima assembleia. Desde a manhã desta sexta-feira, 6, seu nome já era apontado como o escolhido para o cargo - e as ações da empresa, desde então, entraram em forte queda. Logo após o anúncio, a queda dos papéis foi acentuada, para mais de 8%. 

No final do pregão, o recuo foi de 6,52%, no caso das ações ordinárias; e de 6,94%, no das preferenciais. A Bolsa recuou 0,90%, para 48,792 mil pontos. 

"Petrobrás informa que seu Conselho de Administração, em reunião realizada hoje, aprovou, por maioria, a eleição de Aldemir Bendine para ocupar o cargo de Presidente da Petrobras em substituição à atual Presidente, Maria das Graças Silva Foster", diz o texto. 

De acordo com o documento, Graça Foster "também está se desligando do Conselho de Administração da Companhia, que elegeu Aldemir Bendine como novo Conselheiro."

No final do documento, a Petrobrás agradece Graça Foster "pela competência técnica, o profissionalismo e a dedicação" desempenhados. 

A nota destaca Aldemir Bendine por sua passagem como presidente e membro do Conselho de Administração do Banco do Brasil. Sua graduação, em Administração de Empresas pela PUC-Rio, com MBA em Finanças e em Formação Geral para Altos Executivos, também mereceu menção.

Por maioria, também foi eleito Ivan de Souza Monteiro, como Diretor Financeiro e de Relacionamento com Investidores. Ele substitui Almir Guilherme Barbassa. 

Ivan Monteiro ocupava a vice-presidência de Gestão Financeira e de Relações com Investidores do Banco do Brasil desde junho de 2009. Ocupou também "cargos de Diretor Comercial, Vice-Presidente de Finanças, Mercado de Capitais e Relações com Investidores, além de Presidente do Conselho de Supervisão da BB AG", afirma o comunicado. 

A carreira acadêmica de Monteiro também foi citada: ele é graduado em Engenharia Eletrônica e Telecomunicações pela INATEL-MG, com MBA em Finanças e Gestão.

Quase simultaneamente, foi comunicada à Comissão de Valores Mobiliários a renúncia de Bendine e Monteiro dos cargos que ocupavam no Banco do Brasil.

Diretores interinos. O restante da diretoria foi eleita interinamente, diz o fato relevante. 

Solange da Silva Guedes deixa o posto de gerente Executiva de Exploração e Produção Corporativa para ser Diretora de Exploração e Produção. Jorge Celestino Ramos, antes no cargo de Gerente Executivo de Logística do Abastecimento, é o novo diretor de Abastecimento. Hugo Repsold Júnior, antes gerente executivo de Gás e Energia Corporativo, assume a função de diretor do mesmo setor. Roberto Moro, até então à frente da gerência executiva de Engenharia para Empreendimentos Submarinos, assume a direção da área de Engenharia, Tecnologia e Materiais. 

Deixam a empresa, seguindo a ordem acima listada de cargos desemprenhados: José Miranda Formigli Filho, José Carlos Cosenza, José Alcides Santoro Martins, José Antônio de Figueiredo. 

Mais conteúdo sobre:
petrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.