Petrobras confirma petróleo na Bacia de Santos

A Petrobras confirmou nesta terça-feira ao mercado financeiro que encontrou indícios da existência de petróleo em águas ultraprofundas na Bacia de Santos. Os indícios foram encontrados no bloco BM-S-10, onde, há três semanas, a estatal bateu seu recorde de perfuração de poços exploratórios, atingindo 6,4 mil metros de profundidade. Fontes ligadas ao projeto, porém, dizem que o petróleo encontrado está em uma região mais rasa.No final de julho, a Petrobras já havia comunicado à Agência Nacional do Petróleo (ANP) que havia encontrado petróleo no bloco. O resultado, no entanto, foi obtido antes da camada de sal que separa a rocha geradora do petróleo às reservas conhecidas atualmente. Ao bater seu recorde, a empresa conseguiu ultrapassar essa camada de sal, onde alguns geólogos acreditam que há reservas gigantes de petróleo e gás.O anúncio foi feito pela área de relações com investidores da Petrobrás, com o objetivo de esclarecer o mercado sobre os trabalhos no BM-S-10. "Por tratar-se de uma nova fronteira exploratória, esses resultados preliminares são muito importantes. Assim, investimentos adicionais serão aplicados para avaliar esses indícios de hidrocarbonetos", disse, em nota, a empresa.A estatal tem parceria com a britânica BG e a portuguesa Partex no BM-S-10. Os trabalhos no bloco são encarados como um teste para a teoria que defende a existência de reservatórios abaixo da camada de sal. O poço recordista continua sendo perfurado e pode ultrapassar os 7 mil metros de profundidade.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.