Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Petrobras descarta falta de gás por causa de incêndio

Comissão da estatal vai investigar as causas do acidente de sábado

Agencia Estado

02 de julho de 2007 | 19h12

A Petrobras informou que não existe riscos ao abastecimento de mercado de gás devido ao incêndio na Unidade de Craqueamento Catalítico Fluido (UFCC), na Refinaria Duque de Caxias (Reduc), na madrugada de sábado. A estatal informou que criou uma comissão para investigar a causa do acidente e iniciou ações visando o reparo dos danos e normalização da operação da unidade.Todas as demais unidades de processo da refinaria continuam em operação normal, de acordo com a empresa. Segundo informações da estatal, a Unidade de Craqueamento Catalítico Fluido é responsável por parte da produção de gasolina e gás liquefeito de petróleo - GLP, comercializados pela Reduc. O incêndio não conduziu a acidentes com pessoas, nem prejuízos ao meio ambiente, apenas danos materiais, de acordo com a empresa.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobras

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.