Paulo Whitaker/Reuters
Paulo Whitaker/Reuters

-15%

E-Investidor: como a queda do PIB afeta o mercado financeiro

Petrobrás deve fechar fábrica de fertilizante e mil podem ser demitidos no Paraná

Estatal deve anunciar desativação nesta terça, 13, estacando a falta de interesse de investidores em comprar a estrutura

Redação, O Estado de S.Paulo

14 de janeiro de 2020 | 04h00

A possível desativação por parte da Petrobrás da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen) em Araucária, no Paraná, deixou em xeque o trabalho de cerca de mil funcionários da instalação. Segundo o diretor do Sindiquímica Paraná, Caio Rocha, a diretoria da empresa não se posicionou oficialmente sobre o futuro do negócio, mas há sinalizações de que a subsidiária não deve durar muito tempo.

A Petrobrás deve anunciar nesta terça, 13, a desativação da unidade informaram fontes a par do assunto, destacando a falta de interesse de investidores em comprar a estrutura. No fim de 2019, a estatal fechou contratos de arrendamentos das unidades da Fafen em Sergipe e na Bahia. Nesses Estados, os funcionários foram realocados pela Petrobrás. O cenário para os empregados do Paraná é diferente, segundo Rocha, e não deve ocorrer o reaproveitamento dos trabalhadores em outras unidades. Procurada, a Petrobrás não se manifestou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.