finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Petrobras diz estar com 'apetite' para leilão da ANP

O superintendente de Exploração e Produção da Petrobras, Francisco Nepomuceno, disse que a estatal está com "bastante apetite" para participar do leilão de áreas exploratórias da Agência Nacional do Petróleo (ANP), realizado hoje e amanhã no Rio. Segundo ele, a Petrobras tem interesse em todas as demais áreas que serão leiloadas. "Nós estudamos o que está sendo ofertado. Fizemos nosso dever de casa e vamos para a disputa com apetite", afirmou.Já o presidente da norte-americana Devon no Brasil, Murilo Marroquim, admitiu que a retirada dos 41 blocos mais interessantes do leilão - em decisão tomada pelo Conselho Nacional de Política Energética (CNPE) - diminuiu consideravelmente a atratividade desta nona rodada. Marroquim não quis informar se a empresa pretende fazer alguma oferta no leilão. "Ainda estamos analisando", disse. Para ele, a maior parte da disputa deverá ser travada apenas entre pequenas empresas.Taxa especialO ministro de Minas e Energia, Nelson Huber, admitiu hoje que o governo pode rever a cobrança da participação especial, uma taxa paga ao governo sobre a produção do bloco. A mudança seria feita por conta da descoberta de reserva gigante no campo de Tupi na Bacia de Santos."Pode ser que tenhamos que mudar alguma coisa na regra. Se tem todo esse potencial de petróleo ali, com a participação especial da maneira como é distribuída hoje você teria valores absurdos em termos de bônus, participação. Temos que pensar a melhor maneira", afirmou o ministro - sem detalhar como serão essas mudanças. Ele está participando hoje da Nona Rodada de Licitação da Agência Nacional do Petróleo (ANP).

KELLY LIMA E MÔNICA CIARELLI, Agencia Estado

27 de novembro de 2007 | 12h02

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.