Petrobrás diz que paralisação de petroleiros não compromete produção

Paralisação deve durar 24 horas e, segundo a estatal, não compromete a produção e o abastecimento do mercado 

Agência Estado,

26 de setembro de 2012 | 14h03

RIO - A Petrobrás informou nesta quarta-feira, 26, em nota, que a paralisação realizada hoje pelos petroleiros, com previsão de duração de 24 horas, não compromete a produção e o abastecimento do mercado. De acordo com a estatal, suas atividades operacionais estão dentro da normalidade, com a garantia de todas as condições de segurança dos trabalhadores e das instalações.

A companhia diz que aguarda o retorno das entidades sindicais à mesa de negociação e tem a expectativa de chegar a um acordo. Segundo a nota, a estatal apresentou no última dia 19 a proposta para o Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2012. A Petrobrás propôs um reajuste de 6,5%, além de uma gratificação a ser paga de uma única vez.

Estão em negociação este ano somente as cláusulas econômicas do acordo. As demais, de natureza social, têm validade até 31 de agosto de 2013, diz a nota.

Tudo o que sabemos sobre:
Petrobrásparalisaçãopetroleiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.