Petrobras diz que preço do gás da Bolívia deve cair 10%

O diretor de gás e energia da Petrobras, Ildo Sauer, estima que as negociações sobre o gás natural importado da Bolívia deverão resultar em uma redução de preços de 10% em um prazo não muito longo. "O objetivo dessa renegociação é reduzir o custo e aumentar a flexibilidade do contrato de compra do gás natural boliviano, para que possamos retirar o gás da Bolívia no ritmo do desenvolvimento do nosso mercado", disse. Segundo ele, os bolivianos têm demonstrado sensibilidade em relação à posição brasileira.Sauer disse que, no médio prazo, o início da produção das reservas de gás brasileiras descobertas na bacia de Santos também deverá resultar em redução dos preços. Segundo ele, a Petrobras está terminando o trabalho de delimitação das reservas para iniciar o projeto das plataformas. "Estimamos que em um prazo de cinco a seis anos deveremos ter algo concreto em termos de produção", disse.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.