Petrobras e Mitsui criarão empresa para fabricar bioetanol

Segundo empresa japonesa, prioridade será a exportação de combustível para Europa, Estados Unidos e Japão

Efe,

03 de julho de 2008 | 05h59

A companhia japonesa Mitsui anunciou nesta quinta-feira, 3, a formação de uma empresa conjunta com as brasileiras Petrobras e Itarumã Participações para fabricar bioetanol a partir de cana-de-açúcar. Segundo um comunicado da empresa japonesa, a prioridade da nova companhia será a exportação de bioetanol para Europa, Estados Unidos e Japão, onde será utilizado para a geração de energia e transporte, neste último caso em forma de combustível para veículos. A Mitsui assinalou que este projeto tem como objetivo a redução dos efeitos do aquecimento global, através da criação de um sistema de provisão estável de bioetanol, que proporciona energia mais limpa. O bioetanol emite menos dióxido de carbono ao entrar em combustão que os carburantes fósseis como a gasolina. Mitsui e Petrobras vão destinar à nova empresa cada uma 6 bilhões de ienes (US$ 56,6 milhões), ou 20% de seu custo total. Já a Itarumã Participações fornecerá até 60% dos 30 bilhões de ienes (US$ 283 milhões) estimados do novo projeto em sua totalidade. A Mitsui espera que a nova empresa comece a funcionar na segunda metade de 2009, e que aumente gradualmente sua produção até alcançar os 200 mil quilolitros de bioetanol em 2013. A companhia japonesa está considerando ainda estabelecer mais uma fábrica de bioetanol no Brasil, o maior exportador do mundo deste tipo de combustível ecológico.

Mais conteúdo sobre:
bioetanolPetrobrasMitsui

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.