Petrobras e PDVSA firmam acordo para refinaria no País

Participação acionária na empresa será de 60% para a estatal brasileira e 40% para a PDVSA

Agência Estado,

13 de dezembro de 2007 | 19h56

A Petrobras e a estatal venezuelana PDVSA anunciaram nesta quinta-feira, 13, a constituição de uma empresa mista no Brasil para a construção e operação da Refinaria Abreu e Lima, localizada em Pernambuco. De acordo com nota distribuída pela Petrobras, a participação acionária na empresa será de 60% para a estatal brasileira e 40% para a PDVSA, sendo operada com a participação de pessoal das duas companhias.   Veja também:  Na Venezuela, Braskem e Pequiven anunciam projetoSegundo a nota, a refinaria terá capacidade de processamento de 200 mil barris de petróleo por dia, para a qual será firmado um contrato de fornecimento de 100 mil barris de petróleo por dia do bloco Carabobo 1, na faixa petrolífera do Orinoco, localizada na Venezuela."A PDVSA anuncia o início do desenvolvimento dos campos identificados no bloco Carabobo 1, mantendo aberta uma opção de participação da Petrobras nos projetos de produção de petróleo melhorado, enquanto a Petrobras conclui seus estudos técnicos e econômicos pertinentes. É importante ressaltar que, como produto do trabalho conjunto entre Petrobras e PDVSA, foi possível certificar 45,5 bilhões de barris de petróleo in situ no bloco de Carabobo 1", diz o comunicado."A Petrobras e PDVSA manifestam sua satisfação com os acordos alcançados e o avanço dos projetos conjuntos, já que desta maneira se concretizam e fortalecem os esforços integradores entre o Brasil e a Venezuela, promovidos pelos presidentes Lula e Chávez", finaliza a nota.

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrasPDVSA

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.