Petrobras eleva em 10% preço do GLP nas refinarias

A partir de amanhã as distribuidoras de gás pagarão 10% mais caro pelo gás liquefeito de petróleo (GLP, ou gás de cozinha) nas refinarias da Petrobras. A estatal comunicou hoje a seus clientes o aumento, que vai valer apenas para botijões de 20 e 45 quilos e para o produto vendido a granel. Cada distribuidora decidirá sobre o repasse aos consumidores, mas a tendência é de que o reajuste seja integralmente transferido à revenda.O aumento deve atingir apenas pequenas indústrias, que utilizam GLP, comércio e prédios residenciais com central de gás. Os consumidores avulsos, que compram botijão de 13 quilos, não serão atingidos pelo aumento, o segundo este ano. O primeiro foi em janeiro, depois de mais de quatro anos sem alteração de preço. Na ocasião, os 15% de reajuste tiveram repasse integral ao consumidor.O novo preço ampliou mais a distância entre os valores do botijão de 13 quilos e os demais produtos de GLP. A diferença, segundo especialistas, chega a 24%. O aumento não surpreendeu o mercado, que o atribui à alta do preço internacional do petróleo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.