Petrobrás encontra óleo de boa qualidade no pré-sal da Bacia Santos

Descoberta foi feita em águas ultraprofundas a 270 km de distância da costa do Estado de São Paulo

Agência Estado,

29 de novembro de 2011 | 20h20

A Petrobrás comunicou há pouco que concluiu a perfuração do poço 4-BRSA-946C-SPS, informalmente denominado Biguá, localizado no bloco BM-S-8, em águas ultraprofundas do pré-sal da Bacia de Santos, a 270 km de distância da costa do Estado de São Paulo. Durante a perfuração, foi identificada uma nova descoberta de petróleo de boa qualidade, comprovada por meio de amostragem de óleo de 25 ºAPI, por teste a cabo, em reservatórios do pré-sal situados a cerca de 5.380 m de profundidade.

Segundo o comunicado da estatal, novos estudos serão conduzidos a partir dos dados obtidos nesse poço e permitirão melhor avaliação da extensão dessa descoberta.

O poço está localizado na área do Plano de Avaliação da Descoberta do 1-BRSA-532A-SPS (Bem-te-vi), a 21 km do pioneiro descobridor, a uma profundidade de lamina d' água de 2.180 m.

Nos próximos dias, será iniciada a perfuração do terceiro poço na área, denominado Carcará. Além disso, diz a nota, o consórcio dará continuidade às atividades e investimentos necessários para a avaliação da área, conforme o Plano de Avaliação aprovado pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), cuja conclusão está prevista para dezembro de 2012.

A Petrobrás é operadora do consórcio (66%) em parceria com a Shell Brasil Petróleo Ltda. (20%) e Petrogal Brasil (14%). A participação da Shell foi adquirida pelas companhias Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás Ltda (10%) e Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A. (10%), em negociação sujeita à aprovação final pela ANP.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.