Petrobras esclarece que não mudará política de preços

O presidente da Petrobras, Sérgio Gabrielli, esclareceu, nesta quarta-feira, por intermédio de sua assessoria, que a política de preços dos combustíveis seguida pela Petrobras não mudará. Por meio de sua Assessoria de Imprensa, ele explicou que, ao afirmar que com a auto-suficiência do petróleo a Petrobras poderá ficar mais livre das pressões internacionais, estava se referindo ao suprimento do produto e não aos preços. O raciocínio é que, com a auto-suficiência, a empresa ficaria mais a vontade, menos pressionada, porque tem reservas.Contudo, segundo Gabrielli, o petróleo é uma commodity (produto com preço definido no exterior, independentemente do país que a produz) e, como tal, tem que seguir os preços internacionais. Não é possível desatrelar os preços do petróleo do mercado internacional, sustentou Gabrielli, conforme a assessoria.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.