Agência Petrobrás
Agência Petrobrás

Petrobrás espera melhor nota das agências ainda este ano

Para Ivan Monteiro, diretor financeiro da Petrobrás, agências estão com ‘fotografia defasada’ da empresa

Fernanda Nunes, O Estado de S.Paulo

12 de janeiro de 2017 | 05h00

RIO - O diretor Financeiro da Petrobrás, Ivan Monteiro, disse ter expectativa de que as empresas de classificação de risco de investimento melhorem a nota da estatal ao longo do ano. Para o diretor, as agências estão com uma “fotografia defasada” da estatal, que teria avançado desde o ano passado, quando teve seu grau de investimento cassado.

Monteiro citou a redução do endividamento, a adoção de práticas de governança corporativa e de uma política de reajuste dos preços que, em sua opinião, demonstram a autonomia da empresa em relação ao governo. Em outubro, a Moody’s elevou a nota de crédito da Petrobrás, apesar disso, o rating ainda está cinco degraus abaixo do grau de investimento.

A recepção positiva do mercado à captação concluída na segunda-feira comprova que os investidores estão mais abertos à Petrobrás, acredita o diretor. “As melhoras são naturalmente capturadas”, afirmou. A avaliação é que o “timing e o volume” da operação foram oportunos.

Segundo o diretor, novas captações apenas vão ocorrer se houver uma oportunidade para melhorar o perfil da dívida da empresa, como a janela que se abriu nesta semana, antes que Donald Trump assumisse a presidência dos Estados Unidos e o mercado sofresse volatilidade.

A empresa tinha US$ 22 bilhões em caixa na semana passada, antes da emissão de bônus, suficiente para pagar as dívidas dos próximos dois anos e meio, ressaltou Monteiro. 

Tudo o que sabemos sobre:
PetrobrásDonald TrumpEstados Unidos

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.