Petrobras estuda investimentos em nova bacia de gás

O diretor de Exploração e Produção da Petrobras, Guilherme Estrela, disse que "ainda é cedo para estimar os investimentos na área" da Bacia de Santos onde foi encontrada a maior reserva de gás natural do País. Segundo ele, um plano de desenvolvimento da área será encaminhado à Agência Nacional de Petróleo (ANP) nos próximos seis meses.Segundo ele, os investimentos necessários para a exploração da área deverão ser feitos junto com outros projetos de exploração e produção da estatal, já que os planos para a bacia não contemplavam a descoberta na elaboração do Plano Estratégico previsto para o período de 2003 e 2007. A área da reserva de gás, localizada entre a Ilha de São Tomé, no litoral de São Paulo, e a Ilha Grande, no Rio de Janeiro, tem reservas estimadas de 70 bilhões de metros cúbicos. "Ainda precisamos fazer novos testes e estudos para confirmar estas reservas", afirmou à Agência Estado após a inauguração do Laboratório de Pesquisas Oceânicas hoje na Coppe, no Rio.De acordo com ele, o plano de desenvolvimento da área deverá ser feito para que a estatal possa explorar de maneira mais adequada a reserva por um período acima de 25 anos. Também será desenvolvido, segundo ele, um plano para estimular a demanda de gás para receber a produção. Ainda não há previsão para a entrada em operação da produção no local.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.