Petrobras fecha captação externa de US$ 250 milhões

A Petrobras acaba de anunciar a captação de mais US$ 250 milhões no mercado internacional com nova queda nas taxas de juros. Segundo nota divulgada pela empresa, os juros efetivos do papel bônus global 2013 e os juros efetivos para o investidor ficaram em 8,65% ao ano, bem abaixo dos 9,25% ao ano registrados na emissão registrada em julho. Para a empresa, houve uma redução do custo do financiamento, já que o papel foi negociado a 103,07% do valor de face. Na primeira etapa, este papel foi negociado a 99,196% do valor de face.Segundo a estatal, a operação foi concluída em apenas três horas e a procura pelos títulos atingiu US$ 500 milhões, o dobro do efetivado captado pela empresa e cerca de cinco vezes em relação ao volume iniciado colocado pela empresa, que era de US$ 100 milhões. A colocação foi feita pelo banco Bear Stearns e realizada por intermédio da subsidiária da Petrobras, a Petrobras International Finance Company, a PIFCo.Segundo a Petrobras, a colocação foi totalmente subscrita por investidores norte-americanos e europeus, já que não houve tempo para oferecer aos investidores japoneses. Segundo o comunicado, essa captação faz parte do programa da empresa que previa um total de US$ 750 milhões no mercado internacional. A primeira etapa foi realizada em julho no valor de US$ 500 milhões e a estratégia da empresa, com o novo lançamento, foi aumentar a liquidez do papel.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.