Petrobras lançará plano para gás natural e preço pode cair

O diretor de Gás e Energia da Petrobras, Ildo Sauer, confirmou hoje que deve sair em três meses o plano de massificação do uso de gás natural no País. Segundo ele, várias estratégias estão sendo traçadas para difundir o uso do combustível, tanto por grandes como pequenos consumidores. Sauer também afirmou que o plano prevê a utilização do gás sob todas as suas formas: liquefeito, veicular e encanado. "Temos excelentes perspectivas de novas descobertas para a Bacia de Santos que em breve devem ser divulgadas e que certamente vão ampliar nossa oferta", comentou. As três principais frentes de "massificação", segundo o diretor, são a instalação dos gasodutos já anunciados para a malha Sudeste e Nordeste, a ampliação da rede de postos de abastecimento de GNV e ainda o lançamento de um projeto de "gasoduto virtual". O sistema trata da transformação do gás em líquido para seu transporte em caminhões-tanque para cidades pequenas, as quais o gasoduto está impossibilitado de atingir. Preço para consumidor Sauer explicou que um dos principais objetivos do "plano de massificação" do uso de gás natural no País é a redução do seu preço para o consumidor. "O aumento da oferta certamente será responsável por baixar este preço, mas como isso será feito, só vamos explicar no lançamento do plano dentro de três meses", explicou. Ele disse que o governo pretende que o preço do botijão de 13 quilos de GLP ou o seu equivalente, de 15 metros cúbicos, de gás natural custe para o consumidor "no máximo" R$ 20, no lugar dos atuais R$ 30. Hoje, segundo ele, a Petrobras recebe R$ 11 pelos R$ 30 pagos pelo consumidor por um botijão e somente R$ 4 pelos mesmos R$ 30 pagos por 15 metros cúbicos de gás. "O maior custo está no transporte. O aluguel da velha malha de gás natural na cidade de São Paulo, por exemplo, é extremamente caro", comentou. A ampliação desta malha, diz Sauer, estará "certamente" no plano a ser lançado pela Petrobras.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.