Petrobras lidera ranking da FGV

Em 1999, mesmo com a desvalorização do real que prejudicou o resultado financeiro das empresas, elas conseguiram aumentar o lucro em suas áreas específicas de atuação. O economista da FGV, Salomão Quadros, acredita que o resultado de 2000 será melhor, o que já foi sinalizado pelos dados do primeiro semestre. Estatais continuam na frenteEntre os maiores lucros, estiveram Petrobras, Companhia Vale do Rio Doce e CR Almeida. Entre os maiores prejuízos, ficaram Eletronorte e BCP Telecomunicações. Das 39 empresas de telecomunicações, de acordo com o ranking da FGV, 20 tiveram prejuízos no ano passado. Antarctica Norte e Nordeste e a Níquel Tocantins ficaram na liderança das companhias que mais aumentaram as vendas. A Souza Cruz Trading sofreu a maior queda nas vendas no ano passado. Pelos números da FGV, a receita das maiores 500 maiores empresas do Brasil é de US$ 180 bilhões, contra US$ 6,325 trilhões das 500 maiores dos Estados Unidos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.