Petrobrás limita queda da Bovespa

Ações da petrolífera disparam com informação de que área de 'Pão de Açúcar'' é cinco vezes maior que a de 'Tupi'

Claudia Violante, Silvana Rocha e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

15 de abril de 2008 | 00h00

A informação da Agência Nacional do Petróleo de que a área batizada de ''Pão de Açúcar'', na Bacia de Santos, pode ter reservas até cinco vezes superiores ao volume do megacampo de Tupi impulsionou as ações da Petrobras e limitou as perdas da Bovespa. O recorde do petróleo em Nova York para US$ 111,76 o barril também beneficiou a petrolífera brasileira. No final, Petrobras ON subiu 7,68% e a ação PN, 5,63%. A Bovespa recuou 0,69% (62.153,4 pontos), pressionada pelas perdas das bolsas na Europa e nos EUA. O dólar no balcão caiu 0,18%, a R$ 1,687, com o fluxo positivo em meio à previsão de alta da taxa Selic, amanhã, o que elevará o diferencial de juros interno e externo. A moeda americana também recuou lá fora, apesar do G-7 e o FMI alertarem sobre as fortes perdas ante o euro. O juro de janeiro 2010 permaneceu em 13,25%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.