Petrobras melhora proposta e funcionários desistem de greve

A Petrobras aumentou sua proposta de reajuste salarial e os petroleiros desistiram da greve de 72 horas com parada de produção, que vinham ameaçando fazer há uma semana. A proposta apresentada pela estatal prevê reajuste de 15,5%. A Federação Única dos Petroleiros (FUP) vai indicar aos sindicatos regionais a aceitação da proposta. Segundo nota da FUP, a estatal avançou ainda avançou em temas como segurança e anistia de trabalhadores punidos nas últimas grandes greves da categoria, em 1994 e 1995. A empresa, diz a nota, comprometeu-se a buscar alternativas para reintegrar os empregados demitidos nas paralisações. A Federação diz que a proposta atendeu às reivindicações, apesar de não contemplar os 6,8% de aumento real solicitados pelos trabalhadores.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.