Petrobras não descarta estrangeiro em novas plataformas

O presidente da Petrobras, José Sérgio Gabrielli, afirmou hoje que, caso os fornecedores nacionais atinjam a capacidade máxima de produção, será possível avaliar a participação de empresas estrangeiras em processos de licitação para a construção de plataformas.Segundo ele, a companhia está muito comprometida com os fornecedores locais, pois foram alcançados bons resultados em obras anteriores. No entanto, pode ser que eles não dêem conta de suprir todas as necessidades da companhia. "Nosso programa de investimento é elevado e não podemos parar caso falte capacidade nas empresas nacionais."A possibilidade da participação de estrangeiros na construção da plataforma P-62 foi levantada hoje pela imprensa. O executivo afirmou que o modelo da P-62 não foi definido e ainda é um projeto de longo prazo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.